FELIZ DIA DO FOTÓGRAFO!

Hoje além de ficar mais velha, é dia do fotógrafo, parabéns em dobro please! 😀

Ichigo Chan

Hoje é dia 8 de janeiro, Dia do Fotógrafo. Dia da pessoa que exerce essa profissão tão bonita e ao mesmo tempo tão dramática; tão divertida quanto de quebrar a cabeça. O fotógrafo está ali capturando momentos que vão ficar guardados com a sociedade e com você paro resto da sua vida; momentos que você verá daqui a 30 anos e vai chorar, vai rir. Talvez você nem se lembre mais quem foi chamado para registrar aquele momento mas ele estava lá, deixando de participar para garantir que suas lembranças fossem seguramente arquivadas para o futuro.

O fotógrafo está por trás da foto da tragédia que passou no jornal e te comoveu; está por trás da única memória que se tem de seus avós quando crianças; ele pode ser profissional a ponto de fotografar cidades e pessoas perdendo suas vidas em guerras e conflitos para trazer tudo à tona e fazer com que a humanidade veja o sofrimento que há no mundo, já pensou nisso?

Imagine se essa pessoa não existisse. Imagine viver num mundo onde aquele milésimo de segundo não pudesse ser lembrado com clareza. Muitas pessoas no passado já tiveram essa experiência, e nós, pertencentes às últimas gerações, temos é que agradecer pela decisão do jovem que diz aos pais que quer ser fotógrafo e recebe como reação um discurso que prevê – sem certezas – a falta de estabilidade em seu futuro. Agradecer à essas pessoas muitas vezes desvalorizadas, fora dos holofotes, mas que nos ajudam a construir a história de um país, de uma cidade, a sua história.

dia_do_fotografo_.jpg

Pra ser fotógrafo é preciso dedicação, paciência, força de vontade, humildade e curiosidade. É comum (e até bom!) pedir a opinião de alguém que nos inspira, de quem que serve de referência, porque essa opinião pode contribuir para formação e desenvolvimento do nosso trabalho. Quando nos preocupamos demais com a opinião alheia de quem não nos interessa, bloqueamos nosso processo criativo. Com isso, o trabalho que era pra ter nossa marca acaba se tornando apenas um no meio de muitos, sem diferencial, sem personalidade.

Então, aos que estão começando, vale ressaltar um ponto: acredite em você e na sua fotografia! Para finalizar esse texto, quero compartilhar algumas palavrinhas do fotógrafo Leo Neves:

“Eu gostaria que todo mundo pudesse ter uma câmera. Uma câmera não é só um aparelho eletrônico, ou instrumento de trabalho. Uma câmera é uma terapia. Uma câmera é um mediador entre uma pessoa e um mundo de detalhes, descobertas, observações, relacionamentos, confiança e autoestima. Eu gostaria que todo mundo pudesse ter a oportunidade de se achar fotógrafo.”

Feliz dia do fotógrafo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s