QUAL A QUALIDADE MAIS IMPORTANTE NUM FOTÓGRAFO?

Escrito por Francine de Mattos – Fotografe Uma Ideia.

Suedy Piesanti

Estive me perguntando esses dias sobre qual seria a qualidade mais importante num fotógrafo. Entre as opções que vieram na minha cabeça foram: criatividade, conhecimento-técnica, sensibilidade-percepção e simpatia-humildade. Mas é lógico que um fotógrafo não é formado somente dessas qualidades, sim de muitas outras.

Muitos podem achar que ter um equipamento de ponta, o melhor do mercado, é uma qualidade. Engana-se! Esse tipo de pensamento só faz do fotógrafo dono do melhor equipamento, é muito comum vermos por aí “fotógrafos” com o equipamento TOP de linha sem saber usar.

Tempos atrás ser fotógrafo era apenas ser fotógrafo, não era preciso se preocupar com outra coisa que não fosse à fotografia. Nos dias atuais ser fotógrafo também ser antenado nas novidades tecnológicas, é ser um bom entendedor de edição, é ser um fotógrafo multifuncional.

Criatividade

É uma qualidade muito apreciada no meio fotográfico e fora dele. Um fotógrafo criativo consegue se destacar num mercado tão saturado como este em que vivemos. A criatividade não tem nenhuma relação com o tempo de carreira de um fotógrafo. Não importa se você é um amador que recentemente adquiriu sua câmera ou se você é um fotógrafo uma longa carreira fotográfica.

O fato é que a criatividade de um fotógrafo é fator importante para a criação e desenvolvimento de um trabalho primoroso e expressivo.

“A fotografia criativa é transformar o clichê em algo com uma perspectiva totalmente singular.”

Conhecimento/técnica
Estão aí dois itens de grande representatividade na construção de um fotógrafo. É muito simples comprar uma câmera e sair fotografando no automático; difícil é fotografar no manual, entender de luz, saber o que cada elemento que compõe a fotografia significa. Difícil também é conhecer profundamente cada função da sua câmera e quais são seus limites.

A fotografia digital tornou o ato de fotografar muito descomplicado, fez da fotografia uma arte acessível. E é essa a mesma Era Digital que disponibilizou uma gama infinita de conteúdo para fotógrafos iniciantes que querem tornar da fotografia sua profissão.

Na internet é possível encontrar tudo e mais um pouco. Em poucos cliques você é capaz de um curso inteiro de fotografia, só basta você um tempo para leitura e depois mais um pouco de tempo para colocar em prática o conhecimento adquirido.

Fotógrafo preguiçoso não sobrevive na selva fotográfica.

Sensibilidade/percepção
Duas qualidades que sem dúvida transformam e desenvolvem um fotógrafo. A sensibilidade e a percepção contam muito na hora de fotografar já que são totalmente ligadas ao resultado final da fotografia.

Sensibilidade refere-se à percepção aguçada ou receptividade a respeito de algo, como por exemplo as emoções de um indivíduo. (Wiki)
Percepção é a função cerebral que atribui significado a estímulos sensoriais, a partir de histórico de vivências passadas. Através da percepção um indivíduo organiza e interpreta as suas impressões sensoriais para atribuir significado ao seu meio. (Wiki)

A ausência dessas duas qualidades resulta em fotos vazias. E sabe por que eu falei foto? Foto vem do grego, photo, e significa simplesmente luz. É comum ouvirmos as pessoas falando “vou bater uma foto!“, o que diferencia a foto da fotografia são os segundos antes e depois de clicar. A foto é um simples clique, já a fotografia é o ato de comunicar. Fotografando você está expressando uma ideia, um pensamento, uma informação ou uma emoção.

Como diria meu amigo André Corrêa:

Não me entenda mal, não há nada de errado se em bater uma foto, eu mesmo ainda faço isso e não duvide que o Sebastião Salgado também faça! Mas entenda que, à medida que você migra da foto para a fotografia, você deixa de “mexer com foto” e se torna um fotógrafo.

Simpatia/humildade
E chegamos a duas qualidades que digo sem pestanejar: RARAS! Encontramos por aí fotógrafos amadores que se acham verdadeiros “Sebastião Salgado” ou “Annie Leibovitz”. Também encontramos por aí fotógrafos com anos de carreira que se acham no direito de estagnar e são tão bons suficientes que sabem tudo, não precisam aprender mais nada.

‎”Assim como recebem de peito aberto os elogios, saibam receber com sabedoria as críticas.

Desejo simpatia e humildade para os fotógrafos amadores, que assim como eu, estão começando e precisam de todo o incentivo para continuar. E quando digo incentivo não é só elogios, é preciso sim ouvir críticas e mesmo que duras aceita-las.

Aos fotógrafos profissionais desejo simpatia e humildade para aceitar a nova geração que está vindo. Meus caros fotógrafos profissionais, vocês servem como inspiração, são referência; não deixe de ajudar quem está começando, quem com tanta humildade lhe pedi uma dica ou um simples conselho. Também desejo simpatia e humildade para aceitarem que os anos que você trabalha como fotógrafo não te tornam o melhor do mundo e é necessário se reciclar. Saiba em que vivemos num mundo que está inteiramente em movimento, existem mudanças e é preciso se ajustar!

E como eu disse no começo da reflexão: não somente dessas qualidades um fotógrafo é constituído, mas entre todas, essas são algumas que merecem destaque

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s