LIVRO: POESIA VISUAL – UM GUIA PARA INSPIRAÇÃO E CRIATIVIDADE FOTOGRÁFICA

poesiavisual01

Estou aqui de novo, desta vez com uma indicação de livro bem legal pra vocês lerem. Vale ir até uma biblioteca boa da sua cidade, ou mesmo até aquela livraria bem grande, sentar-se num pufe e folhear o livro com calma… ou então, se você estiver em dia com seu din din, vale cada centavo do investimento!

poesiavisual03

“Poesia Visual – Um guia para inspiração e criatividade fotográfica”, foi escrito por um fotógrafo e professor norte-americano, Chris Orwig, publicado pela Editora Alta Books.

O material que ele reúne no livro é de dar água na boca e de encher os olhos: muitas citações e experiências pessoais, links para pesquisas, indicações de trabalhos magníficos, fotógrafos convidados para mini entrevistinhas, tarefas para fazer em casa, treinar, fazer saídas fotográficas com os amigos e um mapeamento de idéias que podem fomentar a nossa criatividade. É como se ele direcionasse o nosso olhar, usando a própria experiência dele, mas ele faz isso de uma maneira muito gostosa, fazendo jús à frase instigante com que abre o livro.

Ah, esqueci de dizer que tem até um grupo no Flickr onde os seus alunos e leitores compartilham suas fotografias.

poesiavisual06

Chris não tem pressa nenhuma em ir direto ao ponto. Tem bastante teoria, muitas idéias que ele nos propõe e procura fazer com que entendamos primeiro que a fotografia deve brotar do coração e deste coração inclinando-se no mundo através do nosso olhar. As proposições técnicas e conselhos mais avançados vêm bem depois. Ele propõe idéias inovadoras e desafios em parágrafos curtos, numa linguagem fácil e prazerosa de ler. No final de cada capítulo, um fotografo importante lhe dá uma entrevista (com perguntas geralmente iguais para todos), a gente consegue ver a entrevista e um ou mais trabalhos do respectivo convidado.

O livro está dividido em três partes: na primeira, ele direciona seus aconselhamentos para nós, bebezinhos, que estamos dando nossos primeiros passos na fotografia. São 4 capítulos onde ele relaciona a criatividade e poesia à fotografia, nos estimula a aprender a enxergar além do que nós vemos e relaciona, por fim, tudo isso com a técnica e a câmera. No segundo capítulo, ele nos lança desafios maiores, como retratos, crianças, famílias, viagens, casamentos e etc – sempre relacionando à experiências próprias, que usa para ilustrar cada “toque” que dá sobre o assunto. E no último capítulo, onde em tese, seus leitores já estão um pouco mais maduros, ele finalmente fala sobre a câmera: as objetivas, o corpo, a forma de manipulação, e o caminho para nos tornarmos aquilo que nós queremos: artistas? Profissionais? Entusiastas? Seja o que for, o meu conselho é muito menor do que o dele: não tenham pressa de ler este livro, amores. Se lambuzem de cada página e se joguem em cada desafio, porque vale a pena. É uma viagem de autoconhecimento, a partir dos direcionamentos lúcidos e generosos de quem já está na estrada há algum tempo.

Fonte: Lomogracinha

Ainda não li e já estou pesquisando em tudo que é lugar para comprar esse ótimo livro!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s